Curte aí...

domingo, 26 de abril de 2009

Postagem feliz.

Acordei com vontade de fazer xixi, como todos os dias. Meu cabelo estava gigantemente pra cima (mousse de ontem) e minha cara estava toda brilhando (maquiagem de ontem, borrada). Quando pisei no chão... Ai, tá doendo! Meus pés ainda pediam clemência, coitados... Um bandaid velho em cada bolha da minha pequena protuberância embaixo do dedão. (Há quem diga que é joanete, mas não é! É só um ossinho pra cima. E machuca com quase todos os meus calçados que não se chamam All Star.) A ideia era só fazer xixi e dormir de novo, mas eu fui na cozinha e comecei a contar pros meus pais da noite de ontem, e fui empolgando, empolgando... Tomei café e despertei. Não dormi mais. Era quase meio dia.

Um domingo comum? Poderia até ser se... não fosse hoje um dia especial.

Não precisei de tempo pra refletir, nem parei pra pensar, nem nada. Eu simplesmente SENTI. Veio, como uma onda que me tomou inteira. FELICIDADE. (Só de escrever eu já tô sorrindo, poucas pessoas sabem a importância desse momento pra mim.) Eu me senti completamente feliz, em paz comigo, com as minhas coisas, com a minha vida em todos os sentidos. Hoje eu não tenho nada que reclamar. Absolutamente nada em minha vida hoje me incomoda. Nem a dor nos pés. (Sinal de diversão). Eu liguei o som bem alto na música que mais me inspira nesse momento, e cantei alto, alto, alto, dançando e me olhando toda brilhando (literalmente) na frente do espelho. E gritei: "Nossa, eu tô feliz demais! Minha vida é boa demais, nossa senhora!"

Eu sempre dizia uma coisa pras pessoas que estavam sofrendo, mas nunca pensei em aplicar em mim: "Vá vivendo um dia de cada vez, procure ficar bem a cada dia, e quando você menos perceber, terá esquecido de ficar triste e encontrado a felicidade." E num é que deu certo?

Essa foi uma conquista minha, eu sei. Se eu não quisesse dar essa guinada em minha vida de umas semanas pra cá, isso não teria acontecido. Mas eu não posso deixar de agradecer a todas as pessoas que, mesmo sem perceber, me ajudaram de uma forma extremamente linda:

Conversas pelo MSN (incontáveis e longuíssimas, importantíssimas e companhias incomparáveis), depoimentos de Orkut, saídas e encontros em qualquer dia da semana e em qualquer hora (até às 15h numa tarde de sábado ou de segunda feira), influências musicais (de rock paulera a Sigur Rós, passando por vinhetas de comercial de margarina), milhões de incentivos e convites pra trabalhar, planos diabólicos e completamente idiotas e divertidos, possibilidades de extravasar toda a minha energia e agressividade de uma maneira saudável e divertida, agradeço a todas as pessoas que me levaram a lugares que eu nunca tinha ido, e que me deram carona pra ir e pra voltar. Agradeço a todos que me deram cachaça e uma cama pra dormir. Agradeço a confiança depositada em mim, de todas as pessoas que me contaram seus segredos e me fizeram me sentir muito lisonjeada e importante por ouvi-los e poder ajudar mesmo que só através de palavras. Agradeço às pessoas que me trouxeram espiritualidade. Agradeço a todos os abraços, beijos, carinhos, cafunés e socos (propositais ou não). Às pessoas que são meus degraus pra subir na vida e a outras que por sua sensibilidade me servem de espelho... Encontrando nos meus menores movimentos a Be(be)lla que estava perdida por aí em algum lugar.


ESTRELINHA PRA TODOS VOCÊS!


Não, eu não vou citar nomes. Se você foi convidado a ler este texto já sabe a parte que lhe cabe.

5 comentários:

Ju disse...

Sim!!! Há uma luz no fim do túnel! =)
E sabe o que eh mais engraçado? Também fiquei FELIZ quando fui lendo o texto. Agora esse sorriso bobo não sai mais do meu rosto... Obrigada!!
Carpe Diem.
Se cuida. Beijos.

Bella Marcatti disse...

A minha sorte do dia no Orkut é: "Hoje é um bom dia pra distribuir alegria", ou algo parecido. Esse texto é pra isso, que bom que funcionou! Te adoro, Ju!

Paula Brandão disse...

Oi Bebella...risos...adorei seu texto... e tb fiquei feliz com ele....dá uma vontade de sair pulando alegre!!!!!!!!! beijos menina....

sechi disse...

nossa bella me senti como se isso tivesse acontecido comigo ao ler o texto senti uma leveza e vontade de sair por ai dando bom dia pra todos, nossa realmente me sinto outra pessoa.
la vita é bella , bjus agora irei espalhar minha alçegria por ai(me sinto a amelie poulain)

Bella Marcatti disse...

Que bom, que bom, que bom!!!! Adoro vocês pessoas lindas! E tô ainda mais feliz de poder proporcionar mesmo que só um momentinho de felicidade pra vocês. =)