Curte aí...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Blá blá blá...

Trilha sonora: Kisses and Cake, é quase óbvio.

Situação: Quinze para as duas da manhã, tendo que acordar às seis e cinquenta para ensaiar às oito e meia do outro lado da cidade. Sem sono.

Motivo do post: Passar o tempo.

Inspiração: zero.

Vontades do momento: Não ter ensaio. Ganhar uma massagem nas costas. Não ter joanetes doloridos. Uma cadeira de computador mais confortável do que essa. Comer chocolate. Não escovar os dentes. Não dormir. Não acordar. Receber um telefonema. Receber uma mensagem. Ganhar um abraço sincero. Olhar pra lua. Ver uma borboleta. Sumir. Beber água. Não ter que me levantar daqui pra buscar água. Ter dinheiro. Ter carteira de motorista. Ter um carro. Jogar pedra em um ônibus. Esmurrar as paredes. Gritar. Espernear. Chorar.

Vontades realizadas neste momento: Não dormir. Chorar.

E daí vem outra vontade: A de que o meu gel facial hidratante para a noite fosse à prova de lágrimas.

Mas eu acho que é só cansaço mesmo.
Tá tudo bem.
De verdade que tá tudo bem.
É porque já é segunda feira e eu nem... nem... droga.
Eu tô cansada.
Eu tô meio perdida dentro das minhas tarefas. Eu tô fazendo muita coisa e no meio de tanta coisa eu me perdi de mim!
E quando me achei, hoje quando cheguei em casa, eu me vi tão largada ali, que fiquei com pena. Não é legal sentir pena de si mesmo, mas eu senti e pronto. E pra ser legal comigo mesma, pelo menos por um tempinho, eu comecei a chorar pra ver se eu tirava aquele osso de galinha que tava entalado na minha garganta já há um bom tempo. E acontece que ele ainda não saiu. E nem sei se vai sair, porque é um osso de coxa de galinha, e não asinha de galinha. Se fosse asinha seria mais fácil, mas coxa é mais difícil.

Saudade do tempo em que em vez de osso de galinha na garganta eu tinha era borboletas no estômago. Mas esta é uma outra história.



Ass: Bella Marcatti.

6 comentários:

Léo Ferreira disse...

Bella Bella, apesar de conhecê-la há muito pouco tempo, tenho te admirado cada vez mais. Fiz uma viagem no tempo, voltando em seus posts. Muito booom... Horas e horas lendo tudo aqui. Gostoo do que você escreve. Gosto de ler, gosto de ver o quanto sua imaginação é Bella. Ééé, tu ganhou um fã aqui viu! =)
Beijão.

Bella Marcatti disse...

Poxa, como é bom ler um comentário desses. Como já disse outras vezes aqui no blog, essas coisas são um excelente incentivo pra continuar escrevendo, cada vez mais...! Venha sempre, leia sempre, comente sempre!

Muito obrigada por todos os elogios, fiquei realmente muito feliz.

Beijão!

João Lenjob disse...

E Quando a Lua
João Lenjob

Quando a lua ascende a noite
E dá bom dia assim então
Tão diferente,
Iluminada,
Incandescente,
A nos olhar.

Quando esconde na própria noite
Brinca de "pic" assim então
É tão arisca,
E consciente,
Sorri da gente,
Se faz gargalhar.

Quando corta toda a sua casa
Com um feixe de emoção
É nosso teto,
Dormir olhando,
Talvez sonhando,
Sem ilusão.

JORGE SCARASATI disse...

PERFEITO ESSE POST... NÃO QUE SEJA PERFEITO VC SENTIR TUDO ISSO NÃO É ISSO NÃO, É PERFEITA A REALIDADE COM QUE VC DESCREVEU ESSE MOMENTO, ESSE TAL "OSSO DE COXA DE GALINHA", ENTENDO PERFEITAMENTE, E COM ISSO TUDO VEM UMA SAUDADE DE UM LUGAR QUE NA VERDADE NEM SABEMOS SE EXISTE NÉ? SAUDADES DESSE LUGAR QUE É TÃO VIVO DENTRO DA GENTE QUE CHEGA A CONFUNDIR SE É ILUSÃO, FUGA, SE JÁ ESTIVEMOS LÁ MESMO, ENFIM... TALVEZ SEJA A UTOPIA SE MANIFESTANDO EM NOSSAS MENTES, TALVEZ SEJAM MEMÓRIAS DE OUTRAS VIDAS REGISTRADAS NUMA PARTE DE NOSSO INCONSCIENTE VAI SABER!! MAS APESAR DO MUNDO INTEIRO DIZER O CONTRÁRIO, EU AINDA ACREDITO NESSA UTOPIA, POIS ELA É VIVA DEMAIS DENTRO DE MIM PRA EU PODER ACEITÁ-LA COMO ILUSÃO E DELETÁ-LA DE DENTRO DE MIM...

OBRIGADO PELO POST, ABRAÇÃO...

Bella Marcatti disse...

Não acho que seja uma ilusão ou uma utopia. É só um lugar muito puro e muito gostoso que a gente, na mania incessante de reclamar da vida não consegue encontrar tão facilmente.
Mas é como vc disse, o importante é não desistir. Se a gente busca e vive de maneira mais leve, a felicidade pode ser encontrada em vários "sopros" de vida. =)

Mila Napolitano disse...

amei , e estou me sentindo exatamente assim.

choro, choro e nada passa =s

fico mais calma sim, mas essa vontade de chorar logo volta

http://ummundoquaseparticular.blogspot.com