Curte aí...

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

O que eu estou fazendo?


O momento de crise em minha vida não passou ainda. Resolvi algumas poucas coisas, mas muito pouco perto do que eu preciso pra me sentir realmente resolvida. Eu não sei o que estou fazendo da minha vida. A idéia de que ela é só uma, e está passando muito depressa me assusta, e o fato de eu ficar dias parada só pensando sem agir me assusta mais ainda. O que eu estou fazendo da minha vida, afinal, que ainda não tomei uma decisão para mudar tudo de ruim que eu quero mudar? Onde está a bendita coragem da qual eu tanto penso e quero? Eu preciso de coragem, só um mínimo de coragem pra mudar tudo. Pra revirar a minha vida, a minha existência, os meus pensamentos, minhas ações, meu modo de ver tudo. Eu só preciso de um mínimo, um mínimo de coragem, não pra enfrentar as coisas, porque enfrentar (empurrar com a barriga) é o que eu tenho feito nos últimos 21 anos da minha vida. A coragem que eu preciso agora, neste momento, é a coragem de fugir. Fugir não é um ato de covardia, muito pelo contrário. Fugir é um ato de muita coragem, pois ali vc abre mão de tudo o que te incomoda para buscar a felicidade e a paz em outro lugar. Mesmo sem saber, às vezes que a paz está dentro de vc, mas se vc precisa sair pra descobrir isso, é preciso ter coragem para sair. E eu ainda não encontrei a minha coragem de fugir. Eu tenho muito desejo de fugir, mas me falta a coragem... Tenho a velha dependência da minha casa, da minha cama, dos meus pais, dos meus amigos, do meu espaço, meu dinheiro, minhas coisas, minha vida idiota. Eu penso que sem tudo isso será difícil, mas como vou saber se não tenho coragem para me livrar de tudo isso? Não quero mais depender de ninguém além de mim, e não quero ninguém dependendo de mim pra nada.

Eu preciso voar. Voar. O casulo está apertado demais, as minhas asas já cresceram um bocado e eu não estou conseguinido respirar aqui dentro.
Eu quero voar, com as minhas asas azuis.

Voar, sem medo de altura.

3 comentários:

Bu disse...

Não gosto desses pensamentos...
Pois se vc quer "fugir" da sua vida, saiba q eu me incluo dentro dela. Isso implicaria em fugir de mim tbm.
O sonho de muita gente é ter uma casa, é ter uma cama, é fazer o que gosta. Será que vc já não tem tudo isso?
Pra mim, a grande coragem que vc precisa ter, é de acreditar que você é linda e que 21 anos não são nada. Vc ainda é uma criança! Pq não tirar o pé do acelerador e começar a sentir as sutilezas sem se preocupar d+ em problemas, ou futuros distantes. Peço-te calma.
Não existe obrigação pra nada, apenas seja você.

Te amo!

À mim disse...

então vc vai pra Marraquesh (sei lá como se escreve!), vai continuar comendo, bebendo e sofrendo pelo q ficou no brasil. Aí vc corre pra São Brás do Suaçuí, mas no momento q vc vai tomar um sorvete, sua vida te senta uma pedrada na cabeça e seu coração te avisa: EI! EU AINDA TO AQUI! Fugir? pq não mudar, ser prática, fazer o q se quer? (palavras de uma frouxa que tbm não sabe viver...)
júlia.

Bella Marcatti disse...

Vcs dois são duas gracinhas em minha vida. Talvez seja bem por causa dessas gracinhas que eu não tenho coragem de fugir... Mas calma, eu já estou procurando outras formas de me "ausentar" da loucura quando necessito, apesar de nem sempre funcionar. Amo vcs.

E sim, Júlia, vc é uma frouxa que não sabe viver... Tá maluca, menina??? Vc é um dos meus maiores exemplos.