Curte aí...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Desespero.

O bicho tá pegando feio aqui em casa. Além da coisa com a minha vó que não desenvolve (ela ainda não saiu do CTI), eu tô muito preocupada com meus pais. Além de eles estarem brigados, o que é normal mas sempre me incomoda, o meu pai tá fumando pra caramba. Tipo, uns 2 a 3 maços por dia. E bebendo demais tbm. Todo santo dia. E eu já vi ele tremendo de manhã e na hora do almoço, com certeza é por causa de bebida.
E ele tá emagrecendo, não come direito, tá com uma diarreia esquisita. E ele só fica calado, no canto dele, mau humorado. Só dá tirada na gente o tempo todo. Minha mãe tá sentindo um caroço no peito perto do pescoço e diz que tá doendo. A voz dela só tá sumindo, e ela anda mó irritada tbm, apelando com qualquer mínima coisa. Minha irmã tá preocupada com esse caroço, não fazemos a menor ideia do que pode ser, mas a teimosa não quer ir ao médico. Não tem plano de saúde, então isso dificulta um bocado tbm. E eu... eu me sinto perdida no meio disso tudo, sabe... Não sei mais o que fazer, como reagir, não sei mais lidar com essa situação difícil. Fico o tempo todo no meu quarto pensando como posso ajudar, mas por outro lado eu penso que não tenho mais força pra fazer nada, há anos eu venho tentando melhorar a situação de todas as maneiras possíveis e nunca, nunca funciona. Desisti sabe... Mas não deixo de me preocupar... Sinto a minha cabeça (literalmente) fervendo todo o tempo, sinto uma angústia, um aperto, um desespero mesmo, vontade de... EXPLODIR! Sair correndo e gritando, doida, inconsequente. Mas isso tb não adiantaria nada, eu só estaria criando mais um problema. Para eles. Preciso aliviar isso pra mim de alguma forma. Chorar não tá adiantando mais não.

2 comentários:

Papagaio Mudo disse...

Oi Bella,

muita força nessa hora. Eu nem te conheço, mas se quiser conversar pelo MSN, lá vai - gosolo@hotmail.com
bjos,

Gustavo

ps: não desespera não, moça bonita.

Bella Marcatti disse...

Obrigada, Gustavo!

Finalmente, alguém, mesmo que desconhecido, deu sinal de ajuda.

Glória!