Curte aí...

quarta-feira, 10 de junho de 2009

A PEsCADORA (Versão gugu dadá)

ESTÁ NO AR MAIS UM EMOCIONANTE CAPÍTULO DA INOCENTE E PURA NOVELA DA VIDA DE BELLA MARCATTI.

Tem tanto tempo que não passa novela nessa emissora que eu não lembro o que aconteceu no último capítulo. Mas não importa também.

No capítulo de hoje, Bella Marcatti saiu de casa para dar sua aula de 4a feira habitual, e caminhou até a Av. Amazonas olhando para baixo. Pedrinhas, terra, folhas, lixo, o All Star do pé direito, o All Star do pé esquerdo e assim sucessivamente. Na Av. Amazonas, Bella andou olhando para a frente. Espero que o 1900 não passe agora. Atravessou metade. Ali Bella não olhava para nada, o sol estava nos olhos dela. Quando ela fazia uma viseira com as mãos (super charmosa, por sinal), conseguia ver o bonequinho de atravessar vermelho. Verde. Bella seguia olhando para frente. 1900. 1900. Lá vem ele.

"Olá, professorinha!" Diz o motorista. (Não, isso não é uma fábula. Ainda existem motoristas legais, que cumprimentam e sabem alguma coisa da vida de seus passageiros. Nem tudo para eles é passageiro como se costuma dizer. Algumas coisas ficam.) O trocador não era o mesmo. O que será que aconteceu com aquele trocador que usa foninhos bege nos ouvidos? Bella olhou para os lados e sentou-se ao lado de uma mulher que também usava fones. Licença! Ela usava fones. Nem se mexeu. Bella passa algum momento pensando em como alguém consegue ouvir músicas que provavelmente gosta (se tá no seu MP3 provavelmente você que escolhe, você que coloca, você que escuta.) e não se mexe. Bella pensa que não deveria ter colocado aquele moletom branco porque nem tá fazendo tanto frio assim. Bella usa fones e no momento tocam músicas preferidas. Bella canta e faz batuque com as mãos, dizendo que sim com a cabeça no ritmo da música. Como alguém consegue ouvir suas músicas preferidas e não se mexer? As pessoas têm medo de mostrar que estão gostando da música que estão ouvindo em seus fones! Coitadas. Bella não tem medo, e nem vergonha. A música mexe. A Bella mexe.

Uma mulher loira do corredor ao lado vê lá fora. Os olhos dela não vêem nada. A mulher da frente lê o Super. (Bárbara do reality show "A Fazenda" pediu pra sair, são 41 (61?) corpos encontrados do acidente 447, Agnaldo Timóteo foi assaltado por seu próprio amigo, homem que ensinava criança a roubar foi preso, e... droga... porque as letrinhas do horóscopo são tão pequenas?) A mulher ruiva lia uma revista de negócios. O trocador olhava o celular. Bella cansou de tanta gente e olhou para o céu. O CÉU! Azul, azul, longe, longe, lindo. Nuvens ralas e claras riscando o azul, fazendo desenhos interessantes. Uau, como o céu é grande. Como o céu é azul. Como o céu é longe. Como o céu é infinito... Se eu subir, subir, subir eu vou chegar no céu? Quando é o céu? O que tem depois do céu? O céu... o céu... Ops, tô ficando tonta. Carro, caminhão, olha o menino cutucando nariz no ponto do ônibus. Mas o céu... Hoje ela descobriu o céu.

Escola. Um dos alunos preferidos e xodozinhos de Bella não vai mais fazer aula de teatro. Porque a mãe dele só pode ser uma completa idiota. Ela não deve olhar o céu e muito menos o filho, deve ser isso. Nem o filho dela ela olha. Ele sobe no colo de Bella, agarra as pernas por trás como se fosse um macaquinho, gruda a bochecha na dela e diz: "Eu amo teatro pra sempre!" "Mas a sua mãe não quer mais deixar você fazer." "Não tem problema, Tia, eu faço escondido dela." "Mas assim não pode, amor, se sua mãe não quer deixar, como você vai fazer?" "Mas eu quero." "Seu macaquinho!" "Não vou desgrudar mais da Tia. Vou ficar no colo dela pra sempre." E abraçou a Bella forte, forte, bem forte. Bella respirou fundo e ficou com vontade de chorar. Um terceiro: "Sai do colo dela, ela é a sua mãe por acaso?" E lá vem a resposta mais inocente e mais linda de todas: "Não, a minha mãe não tem piercing."

(...)

Hora de ir embora da escola. Um toquinho (um ano no máximo) vem sorrindo com o bico na boca. "Ô delícia, tira esse bicão pra dar um beijo na tia, vem cá!" Ele vem correndo, sorrindo e dá beijo na tia. "Agora deixa eu dar um." Ele deixa e ainda abraça. Delícia! "Tchau amor!" "Táu!" E ainda dá outro beijo na tia. A tia sai querendo roubar daquele berçário pelo menos uns cinco tocos daqueles.

Tia voltando pra casa, já à noite, olhando seu próprio reflexo no vidro do ônibus, ouvindo mais músicas preferidas, pensando... pensando... "Crianças são fantásticas. Sem saber, me deram o que eu mais precisava hoje, e muito marmanjo por aí nem se deu conta. E o melhor. Sem eu ter que pedir, ou insinuar. Ganhei de boa vontade, de verdade, com espontaneidade. Assim vale muito mais."

Cenas dos próximos capítulos: Bella seguirá a profissão de professora? Fará faculdade de Pedagogia? Arranjará um bico de babá? Bella terá um filho com o amor de sua vida que ela já encontrou? Tchananãããããã!!!


PS: Explicação da imagem, se é que precisa: criança, azul, nuvem, e pra quem já me conhece... borboleta.

PS 2: Agradeço a todos que continuam lendo, comentando e sugerindo coisas para a novela, para a emissora e para a vida da escritora. É o ibope que eu preciso para continuar. Valeu!!

Ass: Tia Sara Maionese.

13 comentários:

Octaviano disse...

Agora eu pergunto:
Como pode alguem ler um blog desse e não se mexer? (como é que faz pra incluir aqueles bichinhos pulando aqui?)
Bjs

Bella Marcatti disse...

Eu não sei como faz pra colocar os bichinhos pulando aqui. Mas que bom que seu coração pulou daí! =)

Beijo!

sechi disse...

adorei esta postagem,por mais que passamos raivas com os adultos dakela escola ,sao as crianças que nos dão força pra continuar dando aula, e parabéns pelo trabalho, este aluno terá uma outra visão pra arte ,a função do professor não é somente ensinar a arte e sim fazer com que os alunos sintam a arte.bjus

leonardo fernandes disse...

É nóis no blog!!! que lindo seu blog!!! gostei de ler! vou entrar pra saber da sua vida aqui e como anda sua trajetória com o al star... rsrs

Bella Marcatti disse...

Tem toda razão Nino! A gente fica falando, falando, mas no fundo a gente é doido com aquele bando de criança fofa. Continuaremos firmes e fortes seguindo nosso trabalho e o que a gente acredita! Bom é ter um parceiro assim que nem vc. Bejo xuxu!

Bella Marcatti disse...

Massa, Leo! Seja sempre bem vindo para ler, comentar, opinar... Estarei sempre fuçando o seu tb. Beijo!

Flavinha disse...

Tudooo!!!
Criança é tudo!
Beijos

Bella Marcatti disse...

TUDO DE BOM NA VIDA DE QUALQUER PESSOA!!

Beijo, Flavia!

Diego disse...

Eu acho q se a novela é a pescadora, alguem vai ter q pescar alguma coisa, nem q sejam peixes enlatados, eh isso q eu acho!!!

Bella Marcatti disse...

Diego, querido. A PEsCADORA é um nome geral. Se refere às pescadas de Bella Marcatti quando de suas noites acordada, devido a aparições do Vilão Misterioso. E se tirar o S (motivo pelo qual ele é sempre escrito em minúsculo), vira A PECADORA, que eu espero não ser necessário explicar.

EU PENSEI QUE ISSO ESTIVESSE CLARO!

Na novela A USURPADORA a Paola Bracho não usurpa o tempo todo. Saco isso!

Ju disse...

Ahn... Um dia ele vai crescer, ter idade pra fazer suas escolhas, voltar a fazer teatro e lembrar de vc. =)

Bella Marcatti disse...

AMÉM!

Anônimo disse...

Ei Bella, sou Marcati. Somos parentes? Estou em Itapira SP.